Escolhido pela primeira vez por torcedores, ‘Brazuca’ é o nome da bola da Copa de 2014   Leave a comment

Pela primeira vez na história, o nome da bola da Copa do Mundo foi escolhido pelos torcedores: o nome dela é Brazuca, que recebeu 77,8% de 1.119.539 votos, superando Bossa Nova (14,6%) e Carnavalesca (7,6%) como substituta da famosa Jabulani da Copa da África do Sul.

A eleição começou no dia 12 de agosto no site do globoesporte.com e terminou no domingo, dia 02/09. O anúncio do resultado feito por Cafu, ex-lateral-direito, campeão mundial em 1994 e 2002.

No seu site oficial, a Fifa definiu ‘Brazuca’ como “um termo informal, utilizado pelos brasileiros para descrever o orgulho nacional pelo estilo de vida do país. Simboliza emoção, orgulho e boa vontade com todos, de forma semelhante à abordagem local ao futebol”.

O nome da bola já está definido, mas a adidas ainda não revelou como será o design da bola. A produção está sendo feita em uma fábrica na Alemanha.

A Brazuca já tem data para entrar em campo: No dia 12 de junho de 2014, na estreia da Seleção na Copa do Mundo Fifa, na Arena Corinthians, em São Paulo. A final será em 13 de julho, no Maracanã, Rio de Janeiro.

Anúncios

Publicado 07/09/2012 por rdg em Copa do Mundo, Futebol, Notícias

Rodada#17: Galo, Flu, Vasco, Grêmio e Inter tropeçam e disputa no G-4 fica embolada   Leave a comment

O Brasileirão está de volta no Área Esporte! Depois do uma pausa por conta das olimpíadas, continuamos informando a vocês o resumo das rodadas do Brasileirão! A rodada#17 teve o tropeço dos 5 primeiros colocados na tabela. O Atlético-MG empatou com o outro Atlético, o Goianiense, em 1 a 1. Mesmo placar do jogo do vice-líder Fluminense contra o Cruzeiro, em Minas Gerais. O terceiro colocado é o Vasco, que também empatou, mas em 2 a 2, com o Coritiba, em São Januário. Quem fecha o G-4 é o Grêmio, que perdeu em casa para a Portuguesa, por 2 a 1. Na zona do rebaixamento, com o empate contra o líder, o Atlético-GO deixou a lanterna, que agora pertence ao Figueirense, que levou a virada em casa do Santos. Veja tudo sobre a rodada#17:

Os jogos

Na quarta-feira, o Grêmio recebeu a Portuguesa, no Olímpico. Aos 26′ do primeiro tempo, Ananias pôs a Lusa na frente. Bruno Mineiro ampliou, aos 37′ do segundo. E Kleber apenas descontou para o tricolor, aos 42′. Final de jogo: Grêmio 1 x 2 Portuguesa. Essa foi a primeira vitória da Lusa fora de casa na temporada, e também a primeira sobre o Grêmio no Rio Grande do Sul.

No Independência, Cruzeiro e Fluminense mediram forças. Com muita reclamação ao árbitro, os times saíram empatados: Wellington Paulista abriu para o Cruzeiro, logo aos 3′ de jogo, e Fred empatou, já nos 42′ do segundo tempo. 1 a 1.

No Moisés Lucarelli, o Bahia visitou a Ponte Preta. E aprontou. Logo aos 10′ do primeiro tempo, Gabriel abriu para o tricolor de aço. E já aos 44′ da etapa final, Souza ampliou. Bahia 2 a 0.

No Serra Dourada, teve duelo dos Atléticos goianiense e mineiro. Ernandes abriu o placar para o Dragão aos 9′ de jogo. E Bernard empatou, aos 27′ do primeiro tempo. Mesmo com um a menos, o Atlético-GO segurou a pressão mineira e conquistou um pontinho, que o ajudou a sair da lanterna. Atlético Goianiense 1 x 1 Atlético Mineiro.

Nos Aflitos, o São Paulo visitou o Náutico, que não foi um anfitrião nada gentil: Kieza abriu o placar aos 12′, e Araújo ampliou aos 28′ do primeiro tempo. Na etapa complementar, um lance que mostra o momento vivido pelo São Paulo: Rogério Ceni fez gol-contra e o Timbu venceu o tricolor. Náutico 3 a 0.

No Engenhão, Botafogo e Sport se enfrentaram. Gols só no segundo tempo: Elkeson abriu os 21′, e Seedorf fechou aos 31′. Botafogo 2, Sport, na zona de rebaixamento, 0.

Na Arena Barueri, o Palmeiras enfrentou o Flamengo. O gol do jogo foi marcado por Barcos, para o Palmeiras. Palmeiras 1 x 0 Flamengo.

Já nesta quinta-feira, o Vasco recebeu o Coririba, em São Januário. O time visitante abriu o placar aos 21′ do primeiro tempo, com Júnior Urso. O Vasco empatou aos 3′ do segundo, e virou aos 42′, com Wendel. Mas dois minutos depois, o Coxa empatou o jogo novamente, com Everton Ribeiro. 2 a 2.

No Pacaembu, teve Corinthians x Internacional. O jogo teve poucas chances e só teve um gol: Paulo André, aos 23′ do segundo tempo. Timão 1 a 0.

E em Santa Catarina, no Orlando Scarpelli, o Santos virou pra cima do mandante Figueirense. Gols só no segunto tempo: Fernandes fez para o time da casa, aos 2′. Neymar empatou três minutos. Bruno Peres virou aos 31′. E Paulo Henrique Ganso decretou a virada santista aos 39′. Santos 3 a 1.

Rodada#17:

Quarta 15/08 – 19h30 – Olímpico
Grêmico 1 x 2 Portuguesa

Quarta 15/08 – 19h30 – Independência
Cruzeiro 1 x 1 Fluminense

Quarta 15/08 – 20h30 – Moisés Lucarelli
Ponte Preta 0 x 2 Bahia

Quarta 15/08 – 20h30 – Serra Dourada
Atlético-GO 1 x 1 Atlético-MG

Quarta 15/0821h50 – Engenhão
Botafogo 2 x 0 Sport

Quarta 15/0821h50 – Arena Barueri
Palmeiras 1 x 0 Flamengo

Quarta 15/0821h50 – Aflitos
Náutico 3 x 0 São Paulo

Quinta 16/0821h00 – São Januário
Vasco 2 x 2 Coritiba

Quinta 16/0821h00 – Pacaembu
Corinthians 1 x 0 Internacional

Quinta 16/0821h00 – Orlando Scarpelli
Figueirense 1 x 3 Santos

Publicado 17/08/2012 por rdg em Brasileirão, Futebol, Notícias

Vôlei sofre virada incrível e fica com a prata; Pentatlo conquista última medalha brasileira em Londres   Leave a comment

Yane Marques faturou o bronze inédito para o Brasil

Terminou as Olimpíadas de Londres 2012! O último dia marcou um bronze e uma prata para o Brasil. A prata veio do vôlei, uma prata surpreendente, pelo lado ruim. O Brasil abriu 2 sets a 0, mas deixou a Rússia deagir e ficarem com o ouro. No pentatlo moderno, Yane Marques conquistou a primeira medalha do Brasil na modalidade. Veja os destaques brasileiros do último dia de Olimpíadas:

Atletismo

Na última prova do atletismo das Olimpíadas de Londres, o brasileiro Marilson Gomes dos Santos foi bem. Ele não desgrudou do primeiro pelotão e terminou a prova na quinta posição, com o tempo de 2h11m10. Os outros brasileiros a participarem da maratona também não foram mal: Paulo Roberto Paula ficou em 8º, com a marca de 2h12s17. Frank Caldeira foi o 13º, com 2h13m35.

Ciclismo

No moutain bike, o único brasileiro na disputa, Rubens Valeriano terminou a prova na 24º colocação com 1h34m23s.

Pentatlo Moderno

Durante toda a prova de pentatlo morderno, a brasileira Yane Marques ficou entre as primeiras colocadas e conseguiu o bronze para o Brasil. Foi a primeira medalha brasileira no pentatlo moderno.

Vôlei

A nossa seleção masculina de vôlei ficou muito, mas muito perto mesmo do ouro olímpico. O Brasil venceu os dois primeiros sets contra a Rússia. Mas tudo mudou a partir o terceiro set. Os russos arrancaram um empate heróico, e levaram o jogo para o tie-break. E foi uma virada histórica: 3 a 2, praticamente arrancando a medalha do pescoço dos brasileiros, que são prata pela segunda vez seguida.

Veja as posições finais dos países no quadro de medalhas:

Meninas do vôlei conquistam o ouro no dia#15; Esquiva, do boxe, e meninos do futebol ficam com a prata   Leave a comment

Meninas do vôlei despacharam os EUA e são bicampeãs olímpicas

Podia ser o dia perfeito para o Brasil. Não foi. Nosso país participou de três finais hoje (Boxe masculino, futebol masculino e vôlei feminino), e podia conquistar mais três ouros. Esquiva Falcão entrou no ringue contra Ryota Murata, do Japão, na final da sua categoria. Por apenas um ponto, o brasileiro perdeu e ficou com a prata. A medalha prateada veio também no futebol. Nossos meninos entraram em campo contra o México, que fez um gol com nem 1 minuto de jogo. O Brasil bem que tentou, mas perdeu por 2 a 1 e ficou com a prata pela terceira vez nas Olimpíadas. Já no vôlei, a história foi diferente. Nossas meninas até perderam feio no primeiro set, para as favoritas e invictas americanas, mas ressurgiram imbatíveis e despacharam os Estados Unidos de virada, por 3 a 1, conquistando o segundo ouro do vôlei feminino brasileiro nos Jogos Olímpicos! Veja detalhadamente as conquistas brasileiras do dia#15:

Boxe

O brasileiro Esquiva Falcão enfrentou o japonês Ryota Murata na final, em busca do ouro na categoria peso-médio (até 75kg). Esquiva não conquistou seu objetivo por pouco: Ele perdeu a decisão por só um ponto (14 a 13) e ficou com a prata nos Jogos Olímpicos de Londres. Foi a 4ª prata do Brasil em Londres, a 15ª medalha no total.

Futebol

Embalada, a nossa seleção masculina chegou à final olímpica buscando o ouro inédito para o Brasil. Mas, mais uma vez, não foi isso que aconteceu: Os brasileiros não acharam o ouro e ficaram com a terceira prata do futebol nas Olimpíadas: México 2 a 0. Foi a 13ª medalha do Brasil em Londres. A 3ª de prata.

Vôlei

As nossas meninas do vôlei entraram em quadra contra as favoritas e invictas americanas, em busca do ouro. Após um primeiro set terrível, no qual perdemos por 25 a 10, outro Brasil surgiu. Um Brasil valente, um Brasil campeão. Ou melhor: Bicampeão olímpico. A virada veio, e de forma impressionante: 3 a 1! Após a vitória, ao invés do tradicional peixinho, elas deram cambalhotas em série no ginásio lotado. O Brasil é ouro! É o 3º ouro brasileiro em Londres!

Veja como está o quadro de medalhas faltando apenas um dia para o fim das Olimpíadas:

Publicado 11/08/2012 por rdg em Brasil, Futebol, Lutas, Notícias, Olimpíadas, Vôlei

Times da Série B poderão participar da Sul-Americana de 2013   Leave a comment

A CBF publicou em seu site um esclarecimento sobre o critério de classificação para a Copa Sul-Americana de 2013. A diferença é que no ano que vem a competição poderá ter times recém-promovidos para a Série A e até mesmo rebaixados para a Série B do Brasileirão.

A explicação para as alterações é o novo formato da Copa do Brasil, que no ano que vem vai ter 86 clubes (incluindo participantes da Libertadores) e será realizada por um período de tempo maior. Como as oitavas de final da Copa do Brasil vão coincidir com o começo da Sul-Americana, a solução encontrada pela CBF foi destinar times que não estejam na disputa do torneio nacional para a competição internacional. Assim, estarão classificados os oito mais bem colocados do Brasileirão de 2012 que não estejam nas oitavas da Copa do Brasil.

Caso as oito vagas não sejam preenchidas por clubes que fiquem no máximo até a 16ª colocação, os quatro primeiros da Série B de 2012 passam a ter direito às vagas da Sul-Americana. Caso também estejam nas oitavas da Copa do Brasil, os rebaixados da Série A de 2012 entram na Sul-Americana. Os clubes que participarão da Libertadores de 2013 estão automaticamente classificados para as oitavas da Copa do Brasil.

Dia#14: Yamaguchi garante bronze para o Brasil no boxe; Vôlei masculino despacha Itália e vai à final   Leave a comment

O dia#14 foi muito proveitoso para o Brasil nas Olimpíadas de Londres 2012. No boxe, surgiu a 12ª medalha brasileira, com Yamaguchi, que perdeu na semifinal para o russo Egor Mekhontcev, e ficou com o bronze. Também no rinque, Esquiva Falcão se garantiu na final da sua categoria. No vôlei, os brasileiros despacharam fácil a Itália e enfrentarão a Rússia na final do torneio masculino. Veja mais destaques do dia#14 dos Jogos Olímpicos:

Boxe

Esquiva Falcão entrou no ringue hoje disposto a se classificar à final do torneiro categoria peso-médio (até 75kg). Contra o britânico Anthony Ogogo, o brasileiro venceu por 16 a 9 na semifinal e vai sim atrás do outro. É a primeira vez que um pugilista brasileiro chega a uma final olímpica. Esquiva vai buscar o ouro inédito para o Brasil contra Ryota Murata, do Japão, no sábado, às 17h45.

O Brasileiro Yamaguchi bem que tentou, mas não conseguiu se classificar à final como o irmão, Esquiva Falcão. Ele perdeu na semifinal dos meio-pesados (81kg) para Egor Mekhontcev, da Rússia, por 23 pontos a 11. Com o resultado, ele ficou com a medalha de bronze (a segunda do boxe brasileiro nessas olimpíadas).

Ciclismo

A brasileira Squel Stein caiu durante uma prova do ciclismo BMX, precisou ser retirada de maca e foi levada para o hospital. Segundo o médico da delegação brasileira, Bruno Borges, Squel está consciente, conversou com ele e chegou andando à policlínica da Vila Olímpica. Por ter batido a cabeça, ela, que tem 21 anos, precisará fazer exames complementares e ficar em observação. Ela tinha se classificado com o último tempo para as semifinais. Squel fez uma boa largada, mas perdeu o controle da bicicleta e caiu logo na primeira ondulação.

Vela

Fernanda Oliveira e Ana Barbachan não conseguiram a combinação de resultados que daria a elas a medalha de bronze na classe 470. As brasileiras, que começaram o dia em quinto lugar na classificação geral, terminaram a medal race na sétima colocação. Com essa posição, elas perderam um posto e fecharam os Jogos em sexto lugar no geral.

Vôlei

Assim como meninas, que foram à decisão do torneio de vôlei ontem, os brasileiros passaram à final do torneio masculino de vôlei. Em um jogo fácil, fizeram 3 sets a 0 nos italianos e vão à terceira final consecutiva, buscando o terceiro ouro olímpico do vôlei masculino nacional. A grande final é domingo, às 9h, contra a Rússia, que o Brasil já atropelou na primeira fase por 3 a 0.

Veja como está o quadro de medalhas faltando dois dias para o fim das olimpíadas:

Publicado 10/08/2012 por rdg em Aquáticos, Brasil, Ciclismo, Lutas, Notícias, Olimpíadas, Vôlei

Alisson e Emanuel ficam com a prata no dia#13 da olimpíadas; Meninas do vôlei vão à final olímpica   Leave a comment

No dia#13, as brasileiras do vôlei venceram o Japão por 3 sets a 0 e foram à final, onde enfrentarão o poderoso time dos Estados Unidos. No vôlei de praia, Alisson e Emanuel não conseguiram vencer os alemães Brink e Reckermann e ficaram com a prata para o Brasil, que conquistou a sua 11ª medalha nesses Jogos. Veja detalhadamente os poucos esportes coletivos disputados pelo Brasil hoje:

Vôlei

A seleção brasileira venceu o Japão e foi à final do torneio feminino de vôlei! Com autoridade, o Brasil despachou as japonesas na semifinal por 3 a 0 e avançou para decidir os Jogos de Londres contra os Estados Unidos. A grande final é no sábado, às 14h30.

Vôlei de praia

Alison e Emanuel enfrentaram os alemães Brink e Reckermann em busca do ouro. Em um jogo equilibrado e emiconante, os brasileiros não conseguiram segurar os germânicos e perderam por 2 sets a 1, ficando com a prata no torneio olímpico de vôlei de praia.

Publicado 09/08/2012 por rdg em Brasil, Notícias, Olimpíadas, Vôlei