Arquivo da categoria ‘Copa Sul-Americana

Times da Série B poderão participar da Sul-Americana de 2013   Leave a comment

A CBF publicou em seu site um esclarecimento sobre o critério de classificação para a Copa Sul-Americana de 2013. A diferença é que no ano que vem a competição poderá ter times recém-promovidos para a Série A e até mesmo rebaixados para a Série B do Brasileirão.

A explicação para as alterações é o novo formato da Copa do Brasil, que no ano que vem vai ter 86 clubes (incluindo participantes da Libertadores) e será realizada por um período de tempo maior. Como as oitavas de final da Copa do Brasil vão coincidir com o começo da Sul-Americana, a solução encontrada pela CBF foi destinar times que não estejam na disputa do torneio nacional para a competição internacional. Assim, estarão classificados os oito mais bem colocados do Brasileirão de 2012 que não estejam nas oitavas da Copa do Brasil.

Caso as oito vagas não sejam preenchidas por clubes que fiquem no máximo até a 16ª colocação, os quatro primeiros da Série B de 2012 passam a ter direito às vagas da Sul-Americana. Caso também estejam nas oitavas da Copa do Brasil, os rebaixados da Série A de 2012 entram na Sul-Americana. Os clubes que participarão da Libertadores de 2013 estão automaticamente classificados para as oitavas da Copa do Brasil.

Anúncios

Garra e merecimento   1 comment

Nesse momento, muitos estam bolando formas de zoar vascaínos. Muitos.

Porém, aconteça o que acontecer nas ‘finais’ de domingo pelo Brasileiro, o Vasco é o time de 2011. Não apenas por ter conquistado a Copa do Brasil, por ter sido o brasileiro que chegou mais longe na Sul-Americana ou por estar lutando pelo título brasileiro, mas pela alegria que demonstra ao jogar o futebol, pelo sorriso e lágrimas quando a bola entra, pela garra que teve contra o Aurora-BOL e Universitário-PER e em outros tantos jogos.

O Vasco não jogou mal, pelo contrário, jogou seu futebol de 2011. Nenhum problema no time da Colina. O problema estava do outro lado do campo: a Universidad de Chile.

A marca de 29 jogos sem perder não intimidou o time do Vasco. Por 180 minutos, vimos talvez as duas melhores equipes da América do Sul jogando para ver quem conseguia chegar à final, ou melhor, que mais merecia chegar à final.

E esse time merecedor é a La U.

Porque digo que o Vasco é o time de 2011 e o atual melhor time do Brasil?

Um: Porque qualquer outro time que tivesse jogado com a La U, no Chile, provavelmente não teria conseguido segurar esse ‘Barcelona das Américas’ tão bem quanto o Vasco. Dois: Porque o Vasco já tem vaga garantida na Libertadores 2012, mas assim mesmo lutou pela glória de ser campeão Sul-Americano, e ainda luta para ser campeão brasileiro. Três: Pela garra, por não desistir, mesmo quando parece que tudo está perdido.

Quer exemplos? Jogo de volta das oitavas de final. Vasco, vencendo por 1 x 0, leva o empate e precisaria de 4 gols para se classificar sem os pênaltis, fez 8. Jogo de volta das quartas de final: Universitário vira para 2 x 1 o jogo em São Januário. O Vasco precisa de 5, e faz.  Domingo passado: Penúltima rodada do Brasileiro: Fluminense empata e a única opção do Vasco é ganhar para continuar na briga pelo título. Aos 45, Bernardo faz o improvável.

Poderia dar outros muitos exemplos, mas vamos economizar tempo.

O Vasco perdeu, sim, mas saiu de cabeça erguida e sua torcida o apoiou.

– Sim, mas foi eliminado.

Foi. Mas quem disse que futebol é apenas vitórias e classificações? Futebol é a arte que mexe com o mundo inteiro. A arte de o jogador tocar na bola e a torcida ir ao delírio, a arte de chutar para o gol e arrancar o “UUHHH!” das arquibancadas. A arte de não apenas merecer o título, mas sim buscá-lo.

Merecimento não trás a taça. O que trás a taça é o futebol arte, é o futebol misturado com as emoções, e isso o Gigante da Colina tem. E muito.

Até,
Rodrigo aw.

Publicado 01/12/2011 por rdg em Copa Sul-Americana, Futebol